Governo do Estado do Rio Grande do Sul
Início do conteúdo

Secretário avalia modernização da gestão na área dos Transportes em programa da Rádio Piratini

Publicação:

Pedro Westphalen falou sobre modernização da gestão na área portuária e na aviação regional no Governo em Rede
Pedro Westphalen falou sobre modernização da gestão na área portuária e na aviação regional no Governo em Rede - Foto: Eveline Medeiros/Especial Palácio Piratini
O secretário dos Transportes, Pedro Westphalen, avaliou nesta quarta-feira (7) os investimentos da secretaria durante a gestão  do governador José Ivo Sartori. O desempenho do setor portuário e o desenvolvimento da aviação regional foram alguns dos temas tratados na entrevista.

Segundo o secretário, a administração atingiu os objetivos possíveis ao longo destes três anos na pasta. "Na área portuária, por exemplo, entendemos que o Rio Grande do Sul, sendo o segundo Estado com rios navegáveis, não estava utilizando de maneira correta estes rios. Procuramos uma modernização de gestão também, buscando parceiros para realizarmos estas iniciativas e concretizarmos objetivos reais na área dos Transportes", disse.

Em relação aos três principais portos gaúchos, Westphalen destacou os recordes de movimentação de mais de 42,9 milhões de toneladas em 2017 em comparação com o ano anterior. O crescimento de movimentação em Porto Alegre (1,34%), Rio Grande (7,8%) e Pelotas (223%) foi impulsionado por projetos industriais e pelas ações do governo do Estado em prol do sistema logístico.

A reativação do Terminal Santa Clara, localizado no Polo Petroquímico de Triunfo e parada desde 2009, também foi uma das ações de destaque na área. O empreendimento, chamado Contêineres Terminal Santa Clara (Contesc), renasceu com capacidade de movimentação de carga de 100 mil TEUS (unidade que mede volume de contêineres), o equivalente a 15% do volume deste tipo de carga movimentado no Tecon. "“Hoje, estamos transportando navios pelo Guaíba e Lagoa dos Patos de maneira que há muitos anos não acontecia", comemorou Westphalen.

Sobre o Programa Estadual de Desenvolvimento da Aviação Regional (PDAR RS), Pedro caracterizou como mais uma iniciativa inédita do RS. "Nós observamos que era importante aproximar o Estado da capital e do país. Desta forma, desenvolvemos um projeto para ligar diferentes municípios a Porto Alegre ou a São Paulo com voos regionais semanais", explica.

Recentemente, a Gol Linhas Aéreas solicitou a adesão da companhia ao PDAR RS. A expectativa é que, a partir deste mês, a empresa - em parceria com a empresa Two Flex - opere cinco novas rotas, agora ligando a capital gaúcha a Rivera, Bagé, Passo Fundo, Rio Grande e Santa Cruz.

Texto: Alessandra Pinheiro
Edição: Gonçalo Valduga/Secom

Secretaria de Comunicação do Estado do Rio Grande do Sul