Governo do Estado do Rio Grande do Sul
Início do conteúdo

Quem somos

Mediar a relação do governo do Estado com a população ou por meio da mídia é a principal atribuição da Secretaria de Comunicação (Secom). O órgão tem a responsabilidade primária de prestar o serviço de comunicação pública, dando transparência à gestão e unificando a linguagem do governo de maneira integrada.

Secretarias, órgãos, fundações, autarquias e empresas públicas têm liberdade para conduzir a sua área. Todavia, o governo tem uma linha política e de comunicação – e é papel da Secom zelar por ela. Por isso, ao comunicar qualquer ação isolada, vale conferir se ela está alinhada com o todo.

Na estrutura da Secom, há cinco diretorias – Geral, Jornalismo, Imprensa do Palácio Piratini, Comunicação Digital e Publicidade e Marketing. A base do trabalho está em prestar contas à população sobre o que acontece no governo. Mas queremos ir além, construindo uma comunicação cada vez mais voltada ao serviço público propriamente dito – a servir o público -, especialmente nas áreas essenciais (saúde, segurança e educação).

Menos promoção e exibicionismo e mais informação e atendimento devem ser as bases de uma moderna comunicação de governo, especialmente diante das inúmeras possibilidades da era digital. O primeiro grande valor a ser praticado é o da transparência, tanto para fora quanto para dentro. A opção pela verdade é condição de respeito à população.

O governo estabeleceu práticas políticas muito claras. A comunicação deve seguir o mesmo caminho. Algumas linhas a observar:

  •  Promoção da liberdade de imprensa;
  • Transparência e respeito no relacionamento com a mídia e os diferentes atores sociais;
  • Não prometer sem cumprir;
  • Falar só depois de fazer;
  • Não resolver as questões do governo pela imprensa;
  • Sem espetacularização;
  • Critério e perspectiva do interesse público na definição dos investimentos em publicidade;
  • Usar linguagem fácil, acessível e popular;
  • Nunca promover qualquer espécie de intimidação ou patrulha;
  • Sem privilégios a grupos de comunicação, agências ou fornecedores;
  • Sempre agir com muito respeito, diálogo e abertura.

Veja abaixo o organograma da Secom:

Elipses coloridas organizadas hierarquicamente
Organograma

Secretaria de Comunicação do Estado do Rio Grande do Sul